• 21/05/2018

    COTRIMAIO recebe homenagem em Porto Alegre

    Entrega da Homenagem pelo Vice Presidente do Conselho Superior da ACPA Zelio Hocsman

    Ato solene aconteceu junto ao Palácio do Comércio

    A COTRIMAIO foi uma das homenageadas na edição do mês do ‘Bom dia associado’, evento realizado pela Associação Comercial de Porto Alegre. A solenidade aconteceu na quinta-feira, 17, nas dependências do Salão Nobre do Palácio do Comércio, com a participação de lideranças empresariais e convidados.

    Receberam a distinção pelos 50 anos de atividade, em nome da cooperativa, o presidente Silceu Dalberto e o Diretor Executivo Vanderlei Cadore. “Aqui represento a força de trabalho de 12.559 famílias associadas, que com sua participação efetiva e espirito cooperativista, fortalecem a cada dia a COTRIMAIO, o que se reflete no desenvolvimento econômico e social da região onde estamos inseridos há 50 anos”, destacou Silceu Dalberto ao fazer uso da palavra.

    Ele frisou ainda a importância deste reconhecimento pelo trabalho que esta sendo realizado junto a cooperativa, servindo como referencial de que esta se trilhando o caminho certo e da responsabilidade da atual gestão de construir uma cooperativa que cumpra o seu papel na defesa do associado.

  • 16/05/2018

    Dicas para um bom cultivo de milho

    Principais fatores a levar em consideração para a implantação da lavoura de milho

    A participação do milho nas propriedades rurais vem crescendo em muitas regiões. A Cotrimasio está realizando a Semana do Milho para valorizar essa cultivar e proporcionar ao produtor melhores condições e rentabilidade no seu plantio. Segue a baixo algumas dicas importantes que devem ser lembradas no planejamento de sua lavoura:

    1. Escolha do Híbrido, de acordo com sua finalidade (grãos ou Silagem), ciclo, sanidade e nível de investimento.
    2. Escolha da área na qual a cultura será implantada.
    3. Escolha prévia de produtos eficientes recomendados para dessecação em pré-semeadura, bem como o produto a ser utilizado no tratamento das sementes.
    4. Respeitar as indicações e recomendações de cada material conforme o obtentor, seja quanto à época e densidade de semeadura para ter um estande de plantas desejado, disponibilidade hídrica, fertilidade do solo.
    5. Atentar-se à realização do refúgio no milho Bt: o refúgio deve ser de, no mínimo, 10% da área cultivada, não ultrapassando 800 m de distância e utilizando variedades da mesma espécie não portadoras de gene Bt.
    6. A adubação de base é desejável que ocorra conforme análise de solo, e a aplicação de Nitrogênio devem ser feita na época adequada.
    7. Levar em consideração a possibilidade de ataque de pragas ou aparecimento de doênças, onde tenha que aplicar produtos para controle.
    8. Deve ser feito o controle de plantas invasoras pós-emergentes a cultura, caso necessário, para evitar competição entre plantas invasoras com a cultura.
  • 11/05/2018

    COTRIMAIO articula prática da intercooperação

    Reunião junto ao auditório da sede em Três de Maio

    Iniciativa reuniu dirigentes cooperativistas em Três de Maio-RS

    Por iniciativa do presidente, Silceu Dalberto, aconteceu na quinta-feira,10, um encontro de cooperativas na sede da COTRIMAIO em Três de Maio. O objetivo foi fomentar debates em torno da intercooperação, um dos princípios cooperativistas em que cada participante mantém sua individualidade e estreita laços no relacionamento no campo dos negócios visando ampliar as alternativas para seus associados.

    Silceu Dalberto destaca que a reunião é fruto de articulações já trabalhadas pela COTRIMAIO com a COTRIJUC, COAGRISOL, COMTUL e COTRIFRED, no sentido de troca de experiências, tecnologias e negócios, havendo espaço para agregar outras cooperativas com projetos comuns de crescimento. “Quanto mais união conseguirmos, mais fortalecidos ficaremos e quem vai ganhar com isso é o cooperativismo gaúcho e os seus cooperados”, destaca ele.

    A COTRIMAIO com esta primeira reunião abre o debate de ideias no plano da intercooperação efetiva e novos encontros devem acontecer em breve para que cada cooperativa posicione sua participação e todas se fortaleçam e consigam desenvolver o papel cooperativista de estímulo ao crescimento econômico e social onde atuam.